Vitiligo

vitiligo

Vitiligo é uma doença caracterizada pela perda da coloração da pele, com lesões formadas pela diminuição ou ausência de melanócitos, que são as células responsáveis pela formação da melanina. As causas do problema ainda são desconhecidos, mas teorias apontam para fenômenos autoimunes, assim como traumas emocionais.

Os principais sintomas são lesões cutâneas de hipopigmentação, ou seja, manchas brancas com uma distribuição característica. O tamanho das manchas é variável.

A doença não é contagiosa, mas as lesões provocam impacto significativo na autoestima dos pacientes.

Tipos de vitiligo 

Segmentar ou Unilateral – Quando a manifestação atinge apenas uma parte do corpo. Geralmente acomete jovens. Pelos e cabelos também podem perder a coloração.

Não segmentar ou Bilateral – É o tipo mais comum. Geralmente, as manchas surgem em extremidades como mãos, pés, nariz e boca. Há ciclos de perda de cor e épocas em que a doença se desenvolve, e depois há períodos de estagnação. Esses ciclos ocorrem durante toda a vida.

Dentre as opções de tratamento, há o uso de medicamentos que induzem a repigmentação das regiões afetadas. Também podem ser empregadas tecnologias como laser, assim como técnicas cirúrgicas ou transplante de melanócitos.