Hiperhidrose

Hiperhidrose

Hiperhidrose, ou sudorese, é uma doença caracterizada pelo excesso desagradável de suor, que ocorre quando é ultrapassada a necessidade de termoregulação, que é o controle da temperatura corporal. Pessoas afetadas pelo problema podem ter aumento de sudorese sem qualquer causa aparente e em situações inexplicáveis. A condição costuma afetar axilas, mãos, pés, rosto ou qualquer outra parte do corpo.

É um problema que costuma trazer desagrado aos portadores. Pessoas com o problema podem se tornar inseguras e sofrer de uma forte tensão emocional.

Cerca de 2% da população sofre com esse mal. Alguns fatores podem justificar seu aparecimento, como doenças da tireoide, câncer, menopausa, obesidade, e problemas emocionais. Porém, é importante salientar que pessoas saudáveis também podem desenvolver o problema, que ocorre quando o sistema nervoso envia estímulos demais às glândulas que produzem o suor.

Os tratamentos variam de acordo com a intensidade do problema. Em casos leves, quando o suor excessivo não se repete diariamente, é indicado o uso de pomadas e desodorantes antitranspirantes à base de cloreto de alumínio. Em casos médios, quando o suor aparece pelo menos uma vez ao dia, é indicado o uso de medicamentos à base de oxibutina, que agem dentro das glândulas e reduzem a atividade desses órgãos.

Em casos graves, quando o suor excessivo aparece várias vezes ao dia, é indicado o tratamento com botox, ou a realização de uma cirurgia chamada de simpatectomia.

Aplicação de botox – É realizada somente nas áreas onde há maior concentração de suor. Pode ser feito em clínicas de dermatologia e em centros estéticos. A melhora é imediata, mas os efeitos da cirurgia são sentidos por completo a partir do quarto dia da aplicação. É recomendado fazer nova aplicação após um ano.

Simpatectomia – É realizado um corte onde são retiradas e queimadas as glândulas com defeito. É uma cirurgia simples, que envolve internação de pelo menos um dia.

Após a cirurgia, existe o risco do problema retornar em outra região do corpo, mas geralmente o organismo se adapta e o problema desaparece com o tempo.