Herpes

herpes

Herpes é uma doença contagiosa, causada pelo vírus HSV, causada pela exposição direta ao contado da pele e das mucosas com uma pessoa infectada.

Existem dois tipos do vírus HSV: o tipo 1 está associado às lesões orais, enquanto o tipo 2 é responsável por 80 a 90% das lesões genitais.

O herpes conhecido como labial é caracterizado pelo surgimento de bolhas pequenas e doloridas. A infecção pode não apresentar sintomas na fase inicial. Porém, o vírus pode permanecer em estado latente no rosto por tempo variado. O vírus é contagioso e o contágio pode acontecer pelo contato íntimo ou pelo compartilhamento de objetos, como lâminas, toalhas, louças e outros itens infectados. Durante o ato sexual, o contato oral-genital pode espalhar o herpes para os órgãos genitais.

Exposição ao sol, menstruação e estresse podem desencadear uma crise de herpes labial, que envolve lesões na pele na região dos lábios, boca ou gengiva; bolhas vermelhas e doloridas, que se formam, se rompem e liberam secreção; várias bolhas pequenas que se unem para formar uma bolha maior.

Sem tratamento, os sintomas podem desaparecer entre uma ou duas semanas. Porém, são indicados medicamentos antivirais que podem ajudar a amenizar os sintomas para que desapareçam mais rápido e aliviem a dor.

Pomadas antivirais também são recomendadas, devendo ser aplicadas a cada duas horas.

Já o herpes genital é uma doença sexualmente transmissível, que acontece via contato sexual desprotegido. O vírus do herpes simples Tipo 1 pode se espalhar da boca aos genitais durante o sexo oral, enquanto o vírus do herpes simples tipo 2 é mais comum aparecer na região genital. O vírus é comumente transmitido pelo contato com a pele de uma pessoa infectada com lesões visíveis, como bolhas e erupções, ou pelo contato com a saliva e com fluidos das genitálias de uma pessoa infectada. Porém, há casos de transmissão que podem ocorrer quando não há lesões visíveis.

É comum que pessoas infectadas não saibam que estão com a doença.

Os principais sintomas da herpes genital são dores e irritação que surgem de dois a dez dias após o contato; manchas vermelhas e pequenas bolhas esbranquiçadas que surgem dias após a infecção; úlceras na região dos genitais, que podem até mesmo sangrar e causar dor ao urinar; cascas que se formam quando as lesões cicatrizam. A ferida da herpes genital surge imediatamente quando o vírus entra no organismo e pode ser espalhada se o indivíduo tocar na ferida e, em seguida, tocar em outras partes do corpo.

Não há cura para o herpes. O tratamento consiste em evitar a recorrência da doença e impedir complicações mais graves. O tratamento é realizado à base de medicamentos antivirais.