Acne

acne

Acne é uma doença de pele bastante comum em jovens entre a puberdade e a adolescência, em decorrências das alterações hormonais sofridas pelo corpo.

Acomete com maior frequência a face, mas também pode atingir costas, ombros e peito. A acne ocorre quando os folículos pilosos ficam obstruídos por sebo e células mortas, o que favorece a colonização por bactérias que geram inflamação. Existem diversos tipos de acne e, dependendo da gravidade, pode causar sofrimento emocional e cicatrizes na pele.

Diferentes tipos de acne

Acne em recém-nascido – Acomete cerca de 20% dos recém-nascidos. Acontece quando certos hormônios são passados de mãe para filho através da placenta. Outra causa é o estresse do parto, que pode provocar a liberação de hormônios pelo corpo do bebê. As lesões geralmente desaparecem espontaneamente.

Acne infantil – Acomete bebês entre três e 16 meses, que apresentam cravos e espinhas. É causada quando os níveis hormonais estão mais elevados que o normal. Geralmente desaparecem até os dois anos.

Acne vulgar – É o tipo mais comum, que acomete adolescentes e jovens adultos.

Acne cística – Também chamada de acne conglobata, é rara, porém grave. Caracterizada por espinhas grandes que aparecem no rosto, peito, costas, braços e coxas, é difícil tratar e geralmente deixa cicatrizes.

Acne fulminante – É uma forma grave da acne conglobata, comum em meninos adolescentes. Nessa situação, um grande número de espinhas se desenvolve rapidamente nas costas e no peito. O paciente pode sofrer com febre e dor muscular e óssea. Geralmente deixa cicatrizes graves.

O tratamento da acne busca reduzir a produção de óleo na pele, acelerar a renovação celular, combater à infecção bacteriana e reduzir a inflamação. Em alguns casos, recomenda-se medicamento tópico ou medicação oral, que não devem ser usados durante a gravidez.  Também podem ser indicados o uso de antibióticos, contraceptivos orais, Isotretinoína oral e procedimentos cosméticos, como peeling químico e microdermoabrasão, lasers e luz pulsada.

Para reduzir as cicatrizes deixadas pela acne, podem ser recomendados preenchimento facial com ácido hialurônico, peelings químicos, dermoabrasão, microdermoabrasão, Laser e tratamento de radiofrequência e até microcirurgias.