Laserterapia Capilar para Calvície

A calvície é uma doença caracterizada pela redução parcial ou total de cabelos, ou ausência de pelos em determinada área do corpo. Conhecida como alopecia, pode afetar homens e mulheres, tendo maior incidência entre indivíduos do sexo masculino. Por afetar a aparência, o problema pode trazer consequências para a autoestima. A calvície tem causa desconhecida, apesar de estar associada ao hormônio masculino testosterona, quando afeta os homens, e de ter o fator genético como possível causa.
 

Para resolver o problema, atualmente está disponível o tratamento de laserterapia capilar, que consiste na utilização da bioestimulação, que nada mais é do que a ação de aproveitar a baixa potência do laser, conhecido por eliminar os pelos, na função de estimular as células vizinhas à área afetada.
 

Através dessa técnica, é possível usar ondas com comprimento suficiente para atingir o bulge, que é uma estrutura situada na haste do pelo, rica em células tronco. Com a aplicação do laser vermelho direto nessa região, é estimulado o aumento do metabolismo celular, que age diretamente no estímulo do crescimento do pelo. O tratamento deve ser introduzido na fase inicial da queda, pois a técnica não é capaz de devolver os cabelos que já caíram.
 

A laserterapia é indicada para pessoas que com histórico familiar de calvície, que tenha queda de cabelo por motivo de doença ou que tenha notado uma mudança na estrutura do pelo. A fototerapia não produz calor e, por isso, é indolor. Também não apresenta efeito colateral. O tempo de tratamento e o número de sessões indicadas vão depender da necessidade de cada um.